Futuros amantes. Gal Costa canta Chico Buarque. "... o amor não tem pressa, ele pode esperar em silêncio num fundo de armário, na posta-restante, milênios, milênios no ar..."



Gal Costa
Futuros Amantes (Chico Buarque)

Não se afobe, não
Que nada é pra já
O amor não tem pressa
Ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário
Na posta-restante
Milênios, milênios
No ar
E quem sabe, então
O Rio será
Alguma cidade submersa
Os escafandristas virão
Explorar sua casa
Seu quarto, suas coisas
Sua alma, desvãos
Chico Buarque
Sábios em vão
Tentarão decifrar
O eco de antigas palavras
Fragmentos de cartas, poemas
Mentiras, retratos
Vestígios de estranha civilização
Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber
Com o amor que eu um dia
Deixei pra você




Si te gustó esta canción, podés volver a escucharla en RADIO RECOPILACIONES, que incluye una selección de temas diversos de Música de Brasil. Esa compilación de música brasileña se va renovando periódicamente.

Se você gostou desta música, pode ouvi-la novamente na RADIO RECOPILACIONES, que inclui uma seleção de várias canções da Música do Brasil. Esta compilação de música brasileira vai sendo atualizada periodicamente.

you might also like

Gal Costa

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.

Sonia Mella

Soy una apasionada de la música brasileña y del idioma portugués y quiero transmitir todo lo aprendido, a través de mis blogs: Brasil es Música y Traducciones de Portugués.