Djavan y Caetano Veloso cantan Nobreza y Luz do Sol... Beleza...





¿No hay mucho que agregar, verdad?
Nobreza (Djavan)
Nossa velha amizade nasceu
De uma luz que acendeu
Aos olhos de abril
Com cuidado e espanto eu te olhei
No entanto você sorriu
Concedendo-me a graça de ver
Talhado em você a nobreza de frente
O amor se desnudando
No meio de tanta gente
Um doce descascado pra mim
Eu guardo pro fim
Pra comer demorado
Uma grande amizade é assim
Dois homens apaixonados
E sentir a alegria de ver
A mão do prazer acenando pra gente
O amor crescendo enfim
Como capim pros meus dentes

Luz do Sol (Caetano Veloso)


Luz do sol 
Que a folha traga e traduz 
Em verde novo 
Em folha em graça 
Em vida em força em luz 

Céu azul que vem até 
Onde os pés tocam ne terra 
E a terra inspira e exala seus azuis 
Reza, reza o rio 

Córrego para o rio, o rio pro mar 
Reza correnteza roça a beira doura a areia 
Marcha o homem sobre o chão 
Luz do sol 

Leva no coração uma ferida acesa 
Dono do sim e do não 
Diante da visão da infinita beleza 
Finda por ferir com a mão essa delicadeza 
A coisa mais querida 
A glória da vida 
Que a folha traga e traduz 
Em verde novo 
Em folha em graça 
Em vida em força em luz



Escuchá a tus artistas favoritos en nuestras Radios
Disfrutá los videos de tus ídolos en nuestro Canal de Videos

you might also like

Djavan

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.

Sonia Mella

Soy una apasionada de la música brasileña y del idioma portugués y quiero transmitir todo lo aprendido, a través de mis blogs: Brasil es Música y Traducciones de Portugués.